Espaço e Tempo Revelar LX
Espaço e Tempo Revelar LX
APRESENTAÇÃO PONTOS INTERESSE PROJECTO ESCOLA MAPAS ACONTECE ENVIE POSTAL EFEMÉRIDES ENGLISH  english
 
SABIA QUE...
Página Principal > Pontos de Interesse > Toponímia > Praças/Largos > A a F > Carmo (Largo do )
Carmo (Largo do )
Chafariz do largo do Carmo, s. a., s. d., B087910 - AFML
Chafariz do largo do Carmo, s. a., s. d., B087910 - AFML

Largo do Carmo
Em 1389, Dom Nuno Álvares Pereira, o fidalgo mais abastado de Portugal, compra terrenos à família Pessanha (antigos grandes proprietários da zona por doação do Rei D. Dinis), e aos frades do Convento da Trindade, para aqui construir o Convento que dá nome ao largo.
No século XVI já esta zona está urbanizada em torno dos dois conventos: da Trindade e do Carmo.
O Convento do Carmo é um exemplo da imagem da destruição causada pelo Terramoto de 1755.
Neste largo destacam-se:
- o antigo palácio do conde de Valadares. Por aqui passaram várias instituições, como por exemplo: o Clube Lisbonense (1834 a 1880), local de diversão frequentado pela “fina flôr” de Lisboa, o Liceu Nacional, o Liceu do Carmo, a Escola Veiga Beirão e é hoje a Escola E. B. 2. 3. Fernão Lopes;
- o Pátio onde desemboca, desde Junho de 1902, a ponte metálica do ascensor da travessa de Santa Justa para o largo do Carmo;
- o quartel, que mais não é do que o convento convertido em abrigo militar, em 1834;
- no centro está o chafariz que data de 1796, integrado na obra do Aqueduto das Águas Livres. Quatro colunas, coroadas de cúpula, é recoberto por um baldaquino de pedra composto de quatro arcos redondos sobre pilares.
Também neste largo se encontra a Ordem Terceira de Nossa Senhora do Monte do Carmo, instalada num vulgar prédio desde 1780. Daqui saía, até 1908, a procissão do Triunfo ou dos Santos Nus.
Freguesia: Sacramento
Bibliografia
SEQUEIRA, Gustavo de Matos, O Carmo e a Trindade: subsídios para a história de Lisboa, 3 Volumes, Lisboa, Câmara Municipal de Lisboa, 1939-1967.
SANTANA, Francisco e Sucena, Eduardo, (dir.), Dicionário da História de Lisboa, Lisboa, [s. n.], 1994, p. 211.




Saber mais em:


Voltar contacte-nos imprimir página guardar página enviar endereço
Mapa do Sítio | Perguntas Frequentes | Assine o Livro de Visitas | Política de Privacidade e Segurança | Adicione aos favoritos | Sugira a um Amigo | Links Úteis
  Bibliotecas Municipais de Lisboa Arquivo Municipal de Lisboa Símbolo de Acessibilidade Visite o sítio português do projecto light Projecto co-financiado por Bandeira UE INTERREG 3C Câmara Municipal de Lisboa  
© 2005 - REVELAR LX - Todos os direitos reservados.  seara.com