Espaço e Tempo Revelar LX
Espaço e Tempo Revelar LX
APRESENTAÇÃO PONTOS INTERESSE PROJECTO ESCOLA MAPAS ACONTECE ENVIE POSTAL EFEMÉRIDES ENGLISH  english
 
SABIA QUE...
Página Principal > Pontos de Interesse > Toponímia > Travessas > A a F > Alecrim (Travessa do )
Alecrim (Travessa do )
Travessa do Alecrim, Fernando Martinez Pozal, 1945, AFML - A6275
Travessa do Alecrim, Fernando Martinez Pozal, 1945, AFML - A6275

Travessa do Alecrim
A outrora denominada travessa de Cata-que-farás ou Catefarás, passou a denominar-se Travessa do Alecrim pelo Edital de 31 de Dezembro 1885. A origem da palavra Catefarás remonta ao século XV e, de acordo com Júlio de Castilho (Castilho, RL vol. IV, 1943, 83), pertence ao “grupo dos indecifráveis”.
Até ao terramoto de 1755, a zona onde se situa a actual travessa do Alecrim começou por ser conhecida como praia de Cata-que-farás, mas o natural alargamento do aterro deu lugar a uma construção desordenada de vielas, frequentadas por pescadores e desordeiros. Ali existiram umas tercenas (armazéns), um cruzeiro, um chafariz, uma ponte de madeira e, durante o domínio filipino, o tribunal especial dos Castelhanos. Toda esta zona se transformou após o terramoto, largos e ruas regulares tomaram o lugar das vielas, a arquitectura dos edifícios sujeitou-se ao plano de Eugénio dos Santos, e até o cruzeiro desapareceu por ordem municipal em 1834.
Freguesia: São Paulo
Bibliografia
CASTILHO, Júlio de, A ribeira de Lisboa: descrição histórica da margem do Tejo desde a Madre de Deus até Santos-o-Velho, IV volume, Lisboa, Câmara Municipal de Lisboa, 1940, p. 83


Saber mais em:


Voltar contacte-nos imprimir página guardar página enviar endereço
Mapa do Sítio | Perguntas Frequentes | Assine o Livro de Visitas | Política de Privacidade e Segurança | Adicione aos favoritos | Sugira a um Amigo | Links Úteis
  Bibliotecas Municipais de Lisboa Arquivo Municipal de Lisboa Símbolo de Acessibilidade Visite o sítio português do projecto light Projecto co-financiado por Bandeira UE INTERREG 3C Câmara Municipal de Lisboa  
© 2005 - REVELAR LX - Todos os direitos reservados.  seara.com