Espaço e Tempo Revelar LX
Espaço e Tempo Revelar LX
APRESENTAÇÃO PONTOS INTERESSE PROJECTO ESCOLA MAPAS ACONTECE ENVIE POSTAL EFEMÉRIDES ENGLISH  english
 
SABIA QUE...
Página Principal > Pontos de Interesse > Equipamentos > Cemitérios > O a Z > Prazeres (Cemitério dos )
Cemitério dos Prazeres, s. a., s. d., Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - A74658
Cemitério dos Prazeres, s. a., s. d., Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - A74658

Localização
Praça S. João Bosco

Data
1833

O Cemitério dos Prazeres é construído no ano de 1833, enquanto cemitério público. Em Junho desse ano, uma violente epidemia de cólera morbus assola Lisboa, causando milhares de mortos, o que força as autoridades sanitárias ao estabelecimento de dois cemitérios, e à proibição dos enterramentos nos espaços religiosos, como tradicionalmente se efectuavam. A legislação de Rodrigo da Fonseca Magalhães, publicada em 1835, vem reforçar as leis de saúde pública, regulamentando a interdição dos enterramentos em igrejas, conventos, ermidas e demais espaços religiosos, e obrigando à construção, em todo o País, de cemitérios públicos.

Jazigo de António Caldeira da Silva Sanches, s. a., início do séc. XX, Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - A23310
Jazigo de António Caldeira da Silva Sanches, s. a., início do séc. XX, Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - A23310

Servindo o lado ocidental de Lisboa, onde se implantavam os bairros das residências aristocráticas, desde cedo que este cemitério se torna o cemitério das famílias dominantes da cidade, com gostos e meios materiais que se revelam na monumentalidade do cemitério. As imponentes construções que preenchem praticamente todo o espaço traduzem ideias e gostos arquitectónicos, mas também convicções e crenças que se plasmam na rica e variada simbólica que as ornamentam. Símbolos de variadas interpretações, religiosas, maçónicas, profissionais, heráldica, bem como a disposição espacial das construções e a variação das formas de que se revestem, tornam este espaço num precioso testemunho da forma como no séc. XIX se pensava a morte.

Saber mais em:


Voltar contacte-nos imprimir página guardar página enviar endereço
Mapa do Sítio | Perguntas Frequentes | Assine o Livro de Visitas | Política de Privacidade e Segurança | Adicione aos favoritos | Sugira a um Amigo | Links Úteis
  Bibliotecas Municipais de Lisboa Arquivo Municipal de Lisboa Símbolo de Acessibilidade Visite o sítio português do projecto light Projecto co-financiado por Bandeira UE INTERREG 3C Câmara Municipal de Lisboa  
© 2005 - REVELAR LX - Todos os direitos reservados.  seara.com