Espaço e Tempo Revelar LX
Espaço e Tempo Revelar LX
APRESENTAÇÃO PONTOS INTERESSE PROJECTO ESCOLA MAPAS ACONTECE ENVIE POSTAL EFEMÉRIDES ENGLISH  english
 
SABIA QUE...
Página Principal > Pontos de Interesse > Equipamentos > Chafarizes > O a Z > São Domingos de Benfica (Chafariz de )
São Domingos de Benfica (Chafariz de )
Chafariz de São Domingos de Benfica, desenho, Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - B096966 (Clique para ampliar)
Chafariz de São Domingos de Benfica, desenho, Arquivo Municipal de Lisboa, AFML - B096966 (Clique para ampliar)

Localização
Estrada de Benfica
Freguesia: São Domingos de Benfica

Data
1784-1787

Este chafariz embora de uso público, foi executado por iniciativa do particular Gérard Devisme, burguês pombalino, comerciante de pau-brasil. Na segunda metade do século XVIII este burguês mandou construir um palácio em São Domingos de Benfica, projectado por Inácio Oliveira Bernardes. Tentou encanar para o seu palácio umas águas que tinha descoberto, mas a Junta de Administração das Fábricas do Reino e Obra das Águas Livres embargou a obra em 23 de Julho de 1784. No dia 30 desse mesmo mês os arquitectos Reinaldo dos Santos e Francisco Cangalhas inspeccionaram as ditas obras e graças ao seu parecer, a rainha autorizou, em Agosto de 1784, Devisme a fazer a obra de encanamento desde que esta passasse pelo Aqueduto, sendo necessário abrir um novo arco, cujos custos ficaram a cargo do comerciante e em troca Devisme construiu um chafariz público. Depois de concluído esteve três anos sem funcionar, até que o alvará de 27 de Março de 1787, lhe concedeu um anel de água do Aqueduto das Águas Livres. Caso faltasse a água este chafariz seria preterido em favor dos chafarizes da rede do ramal. Os sobejos iam para Devisme e depois passaram para o Marquês de Abrantes e para a Infanta D. Isabel Maria. O chafariz integra-se nos muros da quinta. É decorado com dois golfinhos e tem um tanque único com duas bicas. É rematado por um obelisco ladeado por duas urnas.

Bibliografia
ANDRADE, José Sérgio Veloso de - Memória sobre chafarizes, bicas, fontes, e poços públicos de Lisboa, Belém, e muitos logares do termo. Lisboa : Imprensa Silviana, 1851.
CAETANO, Joaquim Oliveira - Chafarizes de Lisboa. Sacavém : Distri – Editora. 1991.
ISBN:  972-655-092-0.
FLORES, Alexandre M. - Chafarizes de Lisboa. Lisboa : Inapa. 1999. ISBN:  972-8387-57-1.
PROENÇA, Raúl - Guia de Portugal. 2.ª edição. Lisboa : Fundação Calouste Gulbenkian, 1979.


Saber mais em:


Voltar contacte-nos imprimir página guardar página enviar endereço
Mapa do Sítio | Perguntas Frequentes | Assine o Livro de Visitas | Política de Privacidade e Segurança | Adicione aos favoritos | Sugira a um Amigo | Links Úteis
  Bibliotecas Municipais de Lisboa Arquivo Municipal de Lisboa Símbolo de Acessibilidade Visite o sítio português do projecto light Projecto co-financiado por Bandeira UE INTERREG 3C Câmara Municipal de Lisboa  
© 2005 - REVELAR LX - Todos os direitos reservados.  seara.com